Depoimentos

Depoimentos

Os campos abaixo com * são obrigatórios.

Nome: Juan Carlos Britos Leone

Contato: [email protected]

Localidade: Madrid – Espanha

Data: 18/09/2018

Depoimento:

Hola Johnny !!!!!!!

Gracias, Gracias, Gracias !!!!!!

Eres el único maestro, hasta el día de hoy, que hace lo que siempre vine pregonando:

que un maestro debe hacer un seguimiento de sus alumnos en la medida de lo que se pueda.

Eternamente agradecido… y desde Madrid te deseamos a ti y a Rita… lo mejor!!!!!


Nome: Giuseppe Machado Ventura

Localidade: Niterói – RJ

Contato: [email protected]

Data: 04 de setembro de 2018

Depoimento: Conheci o Reiki no Caminho de Santiago. E eu conto como foi. Há 2 anos atrás, saindo de Saint Jean Pied de Port, na França, iniciei meu caminho movido pelo ego e o desejo de me provar que eu era sim capaz. Eu queria andar 800 km o mais rápido possível. Enquanto as pessoas normalmente caminhavam no máximo 25km/dia, eu cheguei a fazer 50km, é verdade. E aqui eu não julgo quem anda muito rápido ou devagar, mas reflito sobre o que estava sentindo naquele momento. O que aconteceu foi que depois de muito andar, mais ou menos na metade da jornada até Santiago de Compostela, conheci o Antonio Devesa, meu querido amigo peregrino português. Ele me conheceu nesse momento de puro êxtase e compulsão por quilômetros e então, dentre muitos gestos de amor e carinho por mim, ele me disse “Hey Peppe, para que tanta pressa? Não passes pelo Caminho, deixe antes que ele passe por ti.” Um presente de consciência e clareza que chegou assim, exatamente como eu lhes conto. Depois de me banhar por tamanha sabedoria de caminho, naquele momento eu desejei que o caminho não acabasse tão rápido, então passei a respeitar o meu compasso natural e deixar que o caminho fluísse como ele nasceu para ser. Porém as consequências das minhas escolhas chegariam mais tarde. Faltando 300 km mais ou menos, em um determinado dia, eu senti muita dor no meu tornozelo direito, e então, o caminho, em sua mais pura prova de amor e abundância colocou um reikiano da Tchecoslováquia diante de mim, que sem pedir nada e sentindo o meu pedido de cura, me falou que eu ficaria curado. E pode ser muito difícil para alguns acreditarem, mas no dia seguinte eu estava zerado e pronto para continuar vivenciando o meu caminho, da forma profunda e conectada em sua essência. E desde esse momento, sem me punir por qualquer escolha que eu tenha feito, pois tudo é aprendizado e o caminho te ensina isso, o Reiki passou a ocupar um espaço muito especial em meu coração. E foi então, na semana passada, depois de usar a técnica de manifestação aprendida no Thetahealing, eu fui de encontro ao Instituto Brasileiro de Pesquisa e Difusão do Reiki e encontrei o meu mestre Johnny De’ Carli e toda a equipe maravilhosa do Instituto, em especial sua companheira Rita De’ Carli. Só tenho a agradecer por essa ferramenta. Hoje sou Reikiano, mestre de mim mesmo e disposto a utilizar a energia cósmica sempre para o bem maior.

Gratidão.