Reiki e os animais

Amazona de Atibaia traz proposta inovadora com Reiki equestre e escola pedagógica de equitação

Ana Cecília Roma Guimarães tem dois métodos inovadores e os aplica há cerca de 10 anos em um picadeiro fechado na Hípica Bonanza Porto Atibaia.

Aulas de equitação com Ana Cecília têm uma proposta para o desenvolvimento emocional e cognitivo das crianças.

Quando pensamos em aulas de equitação a primeira imagem que vem à cabeça é um espaço aberto, com vários obstáculos na pista e amazonas ou cavaleiros saltando com seus cavalos. Em Atibaia, há ao menos 10 anos existe uma proposta diferente para a equitação, que trabalha as emoções de crianças, jovens, adultos e idosos.

Ana Cecília Roma Guimarães tem dois métodos inovadores e os aplica há cerca de 10 anos em um picadeiro fechado na Hípica Bonanza Porto Atibaia. A amazona uniu a paixão por cavalos – que existe desde a infância – com conhecimentos adquiridos ao longo dos anos – como a experiência de 30 anos em salas de aula como pedagoga e o conhecimento de terapeuta reikiana.
Um dos diferenciais de Ana Cecília é a escola pedagógica. Os alunos têm idades entre 3 e 80 anos e aulas individuais que focam o ser, não o ter. “As aulas de equitação kids são diferenciadas. Trabalho a criança como um ser. Não vou colocar uma criança de 3 anos, por exemplo, apenas para aprender a montar. Vou trabalhar todas as habilidades emocionais e cognitivas”, explica. A aula é personalizada, com um cavalo na pista, Ana e a criança. “Trabalho todas as emoções, principalmente a criatividade, que é o que está faltando nas crianças hoje”.
As aulas ensinam mais que apenas adestrar, montar e saltar. São ensinados princípios como limite, confiança, autoestima, medo, segurança, criatividade, linguagem, sonhos, saber ganhar, saber perder. “O objetivo aqui na escola pedagógica é trabalhar a criança como ser e não como ter. A criança vai aprender a montar, vai aprender a saltar, mas tudo a seu tempo. Até os 7 anos a criança não tem condição de fazer uma prova. Tenho também alunos mais velhos, adolescentes, famílias que fazem aulas, mas é um trabalho personalizado, individual, que foca na pessoa”, complementa a professora.

Outro diferencial do trabalho de Ana Cecília é o Reiki com cavalos. É focado apenas em mulheres e trabalha as emoções femininas. “Aplico Reiki nas mulheres ao lado do cavalo. É uma vivência para trabalhar as emoções femininas. O cavalo desenha as emoções de cada uma e eu interpreto essa linguagem do animal”, conta Ana, acrescentando que, “com essa energia abre-se uma série de emoções, há algumas curas e a partir desse momento algo começa a mudar dentro de você”.
Ana Cecília começou a perceber essa possibilidade nas aulas normais de equitação. “O cavalo tem uma energia muito grande. Eu tenho uma intimidade muito grande com o cavalo e quando algumas alunas montavam, nas aulas normais, comecei a observar algumas reações e a estudar. Sou terapeuta reikiana e então percebi que havia a possibilidade de trabalhar o Reiki com o auxílio do cavalo”.
Esse trabalho de Reiki começou há três anos e ocorre de duas formas. Há os grupos de vivência, com sete mulheres cada (Ana Cecília é a oitava), que duram 4 horas e ocorrem uma única vez. Há ainda o atendimento individual para leigos e para atletas que vão para provas. São trabalhadas as chamadas saúdes mentais, como a saúde emocional, financeira etc..

“Hoje já tem coach com cavalos, constelação sistêmica, mas Reiki ao lado dos cavalos não existe. Existe Reiki como tratamento alternativo para os cavalos, para o animal. Essa vivência eu que criei”, destaca Ana.
Tanto o trabalho da escola pedagógica com a equitação kids como o Reiki chamaram a atenção da equipe de um documentário liderado pela atriz Ingra Liberato (famosa pelo papel de Ana Raio na novela “A História de Ana Raio e Zé Trovão”). A equipe do documentário já gravou com Ana Cecília e o documentário deve ir ao ar na TV paga em 2018. A gravação do documentário ocorre em toda a América Latina com várias histórias. Em Atibaia, foi escolhida Júlia Moura, do salto e Ana Cecília pelo trabalho com as crianças, que tem a vertente pedagógica e o reiki equestre.

Para Ana, muitas pessoas deixam de conhecer esse trabalho por considerarem o hipismo um esporte caro. A amazona e professora considera que tudo depende de como a pessoa vê o esporte. “O hipismo vai proporcionar para seu filho a convivência com amigos, responsabilidade, desenvolvimento de autoestima, desenvolvimento de coordenação motora, respeito, trabalho de emoções. Aí o preço torna-se barato. O hipismo é caro quando é profissional”, argumenta.
Os interessados tanto nas aulas kids, individuais ou nas vivências com Reiki podem procurar Ana Cecília pelo telefone (11) 99738-8915 ou acessar a página Hipica Bonanza Porto Atibaia no Facebook para mais informações.

Leia na integra em: http://www.oatibaiense.com.br/News/24/16343/amazona-de-atibaia-traz-proposta-inovadora-com-reiki-equestre-e-escola-pedagogica-de-equitacao/