Curso Oficial de Extensão Universitária em Terapia Reiki

Curso Oficial de Extensão Universitária em Terapia Reiki

OBJETIVO

O objetivo do Curso é formar Terapeutas Reiki para o pleno exercício da profissão na assistência terapêutica.

 

CONTEÚDO DO CURSO

– O que é ser um bom Terapeuta Reiki;

– Quais as leis brasileiras que os Reikianos devem conhecer;

– Como montar uma sala ideal para trabalhar com o Reiki;

– Como promover a comodidade e o conforto para os clientes e para os Reikianos;

– Qual a importância de trabalhar centrado;

– Como realizar o centramento;

– Qual a importância da respiração para o centramento;

– Como se preparar para uma sessão de Reiki;

– Quando aplicar Reiki;

– Como utilizar o Reiki nos primeiros socorros;

– Quando não aplicar Reiki;

– Que tipo de orientação e explicação prévia deve ser dada ao cliente;

– Como estimular o cliente a falar antes da sessão;

– Uma visão das possibilidades de nossas mãos;

– Qual a importância de explorar previamente a aura do cliente;

– Como aumentar a sensibilidade das mãos;

– Como sentir a energia Reiki nas mãos;

– Como dar início a uma sessão de Reiki;

– Qual a importância da oração inicial e final;

– Como conduzir, desenvolver e proceder ao longo de uma boa sessão de Reiki;

– Como reduzir a crise radical (limpeza);

– Como proceder a uma limpeza prévia do cliente;

– Como utilizar cristais na limpeza;

– Quais as posições convencionais de aplicação de energia Reiki;

– Como finalizar bem uma sessão de Reiki;

– Uma proposta de um roteiro ideal de atendimento;

– O que pode sentir o Reikiano durante uma sessão de Reiki;

– O que pode sentir o cliente durante uma sessão de Reiki;

– Frequência e a duração ideal das sessões de Reiki;

– Quantas sessões são necessárias para o sucesso de um tratamento com o Reiki;

– Como se deve aplicar Reiki em grupo;

– Qual é a importância do toque físico no método Reiki;

– “Efeitos colaterais” da energia Reiki?

MATERIAL DIDÁTICO DO CURSO

O material didático oficial e obrigatório do “Curso Oficial de Extensão Universitária em Terapia Reiki” é a nova edição do livro “Reiki, Amor, Saúde e Transformação” (publicado em março de 2017).

CARGA HORÁRIA DO CURSO

O “Curso Oficial de Extensão Universitária em Terapia Reiki” não pode ser ministrado em menos de 16 horas de aula teórica (recomenda-se um mínimo de 44 horas de práticas supervisionadas).

 

CERTIFICAÇÃO

Em julho de 2006, as Faculdades Integradas Hélio Alonso – FACHA, com sua sede no Rio de Janeiro, tornou-se a primeira instituição oficial de ensino, credenciada pelo MEC, a oferecer um “Curso Oficial de Extensão Universitária em Terapia Reiki”, com o objetivo de formar Terapeutas Reiki para o pleno exercício da profissão, na assistência terapêutica. Os participantes do curso são certificado oficialmente pela FACHA. Segue o modelo do certificado:

CARTEIRA DE TERAPEUTA REIKI CREDENCIADO

A Carteira de Terapeuta Reiki Credenciado é uma prerrogativa dos Professores Adjuntos do Curso; ela é enviada ao novo aluno, juntamente com o diploma da FACHA, que o habilita a trabalhar e lecionar. A renovação anual depende do novo aluno se tornar também um Professor Adjunto e estar ativo lecionando o ‘Curso Oficial de Extensão Universitária em Terapia Reiki’ para, pelo menos, um novo aluno por ano.

INVESTIMENTO

A fim de propor harmonia entre os Professores Adjuntos, o valor do investimento é determinado e tabelado pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso – FACHA. Acessem o link:

http://extensao.facha.edu.br/curso/reiki

Em janeiro de 2019 o valor foi estabelecido em R$ 3.940,00 (em até 10 parcelas de R$ 394,00). Há 13,7% de desconto no caso de pagamento à vista (R$ 3.400,00).

 

O REIKI COMO PROFISSÃO

O Reiki, como profissão isolada, foi enquadrado dentro das atividades de práticas integrativas e complementares em saúde humana. Recebeu o código 8690- 9/01 da CONCLA (Comissão Nacional de Classificação), órgão responsável pela classificação de profissões e ligado ao Ministério do Trabalho a ao IBGE. A informação encontra-se no site oficial do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no seguinte link:

http://cnae.ibge.gov.br/?option=com_cnae&view=atividades&Itemid=6160&tipo=cnae&chave=8690-+9%2F01+&versao_classe=7.0.0&versao_subclasse=9.1.0

8690-9/01

Acessando o link, encontra-se a seguinte informação: “REIKI; SERVIÇOS DE”

A atividade é a de “Terapeuta Reiki”.

Desde então, conhecidos hospitais públicos e privados brasileiros já vêm agregando o Reiki aos procedimentos convencionais. Dentre vários exemplos, podemos destacar o renomado Hospital Sírio e Libanês de São Paulo SP, vejam no seguinte link:

https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/hospital/especialidades/nucleo-cuidados-integrativos/Paginas/reiki.aspx

No dia 27 de março de 2017, uma Portaria do Ministério da Saúde foi publicada no Diário Oficial da União (Portaria 849), incluindo o Reiki como uma prática integrativa na “Tabela de Procedimentos” oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), na categoria de “ações de promoção e prevenção em saúde”. Vejam a publicação oficial no seguinte link:

http://www.lex.com.br/legis_27357131_PORTARIA_N_849_DE_27_DE_MARCO_DE_2017.aspx

Para nossa alegria, dentre tantas e distintas definições do Reiki, encontradas nos livros e na Internet, a definição do Instituto Brasileiro de Pesquisas e Difusão do Reiki foi a escolhida para o site oficial do “Portal Brasil” do Governo Federal. Vejam o link:

http://www.brasil.gov.br/saude/2017/01/sus-passa-a-oferecer-terapias-alternativas-para-a-populacao

Segue o texto retirado do site acima:

“Reiki

A técnica japonesa se baseia na prática de imposição das mãos por meio de toque ou aproximação para estimular mecanismos naturais de recuperação da saúde.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Pesquisas e Difusão do Reiki, o método é um sistema natural de harmonização e reposição energética que mantém ou recupera a saúde. É um método de redução de estresse, captando, modificando e potencializando energia.”

Essa importante vitória do Reiki ocorreu através de um grupo de Reikianos de Brasília, iniciados por uma aluna, muito ativa e querida, de Mestrado aqui do Instituto.

Acreditamos que com a adesão do Reiki pelo SUS, haverá mais credibilidade e procura pelos cursos.

Por enquanto, não há nada oficial sobre os critérios de seleção dos Terapeutas Reiki a serem credenciados pelo SUS. A orientação que recebemos é que os aspirantes busquem uma certificação de maior credibilidade, emitida por uma instituição credenciada pelo MEC, ou seja, uma certificação de um “Curso de Extensão Universitária em Terapia Reiki”.

Antecipando-se a todas essas definições governamentais, em julho de 2006, a FACHA – Faculdades Integradas Hélio Alonso, com sua sede no Rio de Janeiro, tornou-se a primeira instituição oficial de ensino, credenciada pelo MEC, a oferecer um Curso Oficial de Extensão Universitária em Terapia Reiki. O objetivo do Curso é formar Terapeutas Reiki para o pleno exercício da profissão, na assistência terapêutica. Vejam o link:

http://extensao.facha.edu.br/cursos/terapias-complementares/reiki#

A fim de fortalecer a atividade, o Instituto Brasileiro de Pesquisas e Difusão do Reiki está credenciando, desde o dia 27 de maio de 2017, sem qualquer custo, os bons e éticos profissionais (Mestres de Reiki), treinados por nós, que tiverem interesse em ministrar, na condição de Profissionais Credenciados (Professores Adjuntos), o Curso Oficial de Extensão Universitária em Terapia Reiki.

 

TRABALHANDO COMO TERAPEUTA REIKI DENTRO DA LEI

Todo Reikiano que estabelece um espaço de atendimento, mesmo que seja em sua residência, necessita de inscrição como autônomo, empresa e/ou firma individual, conforme seja o caso. Isto é essencial para uma qualificação profissional segura do Reikiano. A Prefeitura do Rio de Janeiro, cidade onde nasceu o Instituto de Reiki, dispensa de inscrições somente os autônomos não estabelecidos, ou seja, quem atende de casa em casa, no domicílio dos clientes.

Quem trabalha sem Alvará é tido como clandestino e, como tal, fica sem defesa perante qualquer tipo de fiscalização. Além disso, desperdiça a oportunidade de ter um documento oficial que ateste sua atividade profissional, fator que conta muito – se tiver, um dia, algum tipo de problema judicial – para defender seus direitos na condição de Terapeuta Reiki.

A Reikiana Vanessa Spadim Cirillo, apresentando o diploma do “Curso Oficial de Extensão Universitária em Terapia Reiki”, emitido pelas Faculdades Integradas Hélio Alonso – FACHA, tornou-se a primeira Terapeuta Reiki, no Município de Osasco – SP (com 700 mil habitantes), para o pleno exercício na assistência terapêutica com a profissão de Terapeuta Reiki. Segue o Alvará de funcionamento pioneiramente conquistado:

DEPOIMENTOS DOS PROFESSORES ADJUNTOS

116 PROFISSIONAIS CREDENCIADOS COMO PROFESSORES ADJUNTOS (atualizado em 22/12/2018)

A seguir, divulgamos a listagem dos Profissionais Credenciados (Professores Adjuntos) pela FACHA, em parceria com o Instituto Brasileiro de Pesquisas e Difusão do Reiki (Prof. MSc. Johnny De’ Carli), a ministrar o Curso Oficial de Extensão Universitária em Terapia Reiki, com certificação universitária emitida pela FACHA – Faculdades Integradas Hélio Alonso:

01 – Aaron Rafael Mesquita da Silva (0122/2018; 2019)

02 – Adoración Valero Fortea (0046/2017; 2018)

03 – Adriana Isabel Cortés Pinzón (0083/2018; 2019)

04 – Alessandra Luiz Flôres (0115/2018; 2019)

05 – Alexandra Costa Poppe (0055/2017; 2018)

06 – Alexandra Galera Padilla (0039/2017; 2018)

07 – Alicia Elena Requena (0001/2017; 2019)

08 – Amalia Maria Vazquez Perozo (0048/2017; 2018)

09 – Ana Cristina Siedschlag (0049/2017; 2018)

10 – Ana Kelly de Souza da Costa (0118/2018; 2019)

11 – Ana Maria Freire Vilariño (0089/2018; 2019)

12 – Ana Maria Jimenez Aguado (0044/2017; 2018)

13 – Andoni Zarandona Gonzalez (0010/2017)

14 – Andréa Rodrigues Carmo (0065/2017; 2018)

15 – Angela Ares Maceiras (0085/2018; 2019)

16 – Angela Ascanio García (0014/2017)

17 – Angélica do Rocio Carvalho Silva (0062/2017; 2018)

18 – Antonia Arlete de Sousa (0076/2017; 2018)

19 – Antonio Alabanda Fernandez (0015/2017)

20 – Antonio Maria Iberbure Gonzalez (0018/2017)

21 – Aureny de Oliveira Macedo (0054/2017; 2018)

22 – Carina Carvalhais Matos (0097/2018; 2019)

23 – Carina de Freitas Paranhos Rodrigues (0119/2018; 2019)

24 – Carlos De’ Carli (0004/2018; 2019)

25 – Celia Regina de Moura dos Santos (0114/2018; 2019)

26 – Claudia Del Fava (0125/2018; 2019)

27 – Claudiane Andre de Sousa (0006/2019)

28 – Concepción Meitín Álvarez (0087/2018; 2019)

29 – Cristiane da Silva (0005/2017; 2018)

30 – Daisy Marques Jacob (0071/2017; 2018)

31 – Deise Luci Alves Campos Mello (0132/2018; 2019)

32 – Diva Izabel Bakof (0106/2018; 2019)

33 – Eduardo Alberto Ribeiro (0126/2018)

34 – Eliane Strassburg (0124/2018)

35 – Elizabete Garcia de Sousa (0129/2018)

36 – Ermelinda Lourenço Mendonça (0120/2018)

37 – Eugenia Matilde Mugnani Ranea (0035/2017; 2018)

38 – Eva Gómez Guerrero (0030/2017; 2018)

39 – Eva María Juanatey Viqueira (0084/2018; 2019)

40 – Eva Maria Moreno Corona (0037/2017; 2018)

41 – Félix Jurado Gutiérrez (0017/2017)

42 – Fernanda da Motta Afonso (0113/2018; 2019)

43 – Fernando Montes Gonzalez (0047/2017; 2018)

44 – Francisco Javier Robas Perez (0041/2017; 2018)

45 – Gener Guardia Romeu (0043/2017; 2018)

46 – Georgia Just Sabidussi (0108/2018; 2019)

47 – Gerimario de Oliveira Jorge (0112/2018; 2019)

48 – Gilmar da Silva Maia (0073/2017; 2018)

49 – Gladys Benigna Cordero Cruz (0016/2017)

50 – Helena de Carvalho Ferreira (0100/2018; 2019)

51 – Helenice Silva Demartin Caputo (0063/2017; 2018)

52 – Ida Angelica Pereira Caldas (0056/2017; 2018)

53 – Isis Valéria Paixão dos Santos (0058/2017; 2018)

54 – Jane Elisabete Marques de Almeida Caon (0050/2017; 2018)

55 – Jaume López Soriano (0034/2017; 2018)

56 – Jocilei Mercedes Salvi Sbeghen (0021/2017; 2018)

57 – Johnny Petterson Nunes (0009/2017; 2018)

58 – Jorgete de Paula Moreira (0053/2017; 2018)

59 – José Antonio de Souza Camargo (0007/2017; 2018; 2019)

60 – Jose Antonio Vázquez Vázquez (0094/2018; 2019)

61 – Joseane Vieira Machado (0057/2017; 2018)

62 – Juan Carlos Britos Leone (0093/2018; 2019)

63 – Juan Piquer Garcia (0102/2018; 2019)

64 – Juliana De’ Carli Debiasi (0003/2017; 2018; 2019)

65 – Laura Jimenez Perez (0012/2017)

66 – Letícia Cardinali Oliveira de Aguiar (0116/2018; 2019)

67 – Lídia Seade Vieira Maia (0074/2017; 2018)

68 – Lucí Furtado Ottobone (0080/2017; 2018)

69 – Lúcia de Siqueira Campos (0127/2018; 2019)

70 – Luciléia Jardim (0060/2017; 2018)

071 – Manuelina Soares Maya (0130/2018; 2019)

072 – Márcia Maria Vasconcelos (0072/2017; 2018)

073 – Márcia Zuchi Sartori (0025/2017; 2018)

074 – Marciana Bertoldi (0008/2017; 2018; 2019)

075 – Marciele Rodrigues de Brum (0131/2018; 2019)

076 – Maria Amparo Iglesias Fernández (0092/2018; 2019)

077 – Maria Angeles Collado Herrera (0033/2017; 2018)

078 – Maria Angeles Torres Mañas (0011/2017)

079 – Maria de las Mercedes Vázquez Vázquez (0095/2018; 2019)

080 – Maria de Lourdes Gomes Scarpi (0098/2018; 2019)

081 – Maria Cristina de Santana (0068/2017; 2018)

082 – Maria Del Carmen Campuzano Garcia (0045/2017; 2018)

083 – Maria Helena Borges Belloli (0107/2018; 2019)

084 – Maria Isabel Guapo Pereira Santos Mota (0096/2018; 2019)

085 – Maria José Rivas Abalo (0013/2017)

086 – Maria Necy Paixão dos Santos (0059/2017; 2018)

087 – María Paz Gómez Fariñas (0090/2018; 2019)

088 – Maria Pilar Soler Carrión (0040/2017; 2018)

089 – Maria Raquel Carvalho Vilela Filgueiras (0123/2018; 2019)

090 – Maria Teresa Díaz Ortega (0101/2018; 2019)

091 – Maria Victoria Roel Rilo (0086/2018; 2019)

092 – Maria Victoria Teresa López Vázquez (0091/2018; 2019)

093 – Mariangela de Oliveira Monteiro (0103/2018; 2019)

094 – Marisa do Valle Paes de Barros (0067/2017; 2018)

095 – Marizete de Lurdes dos Santos (0111/2018; 2019)

096 – Marlise da Luz Baruff (0104/2018; 2019)

097 – Marta Vahia Alves de Souza (0075/2017; 2018)

098 – Milena Araújo de Oliveira (0066/2017; 2018)

099 – Miriam Helena Bissoli (0061/2017; 2018)

100 – Moisés Vieira da Silva (0070/2017; 2018; 2019)

101 – Mônica Carvalho de Aguiar (0052/2017; 2018)

102 – Morgana Verginia Borges Sampaio Scholz (0069/2017; 2018)

103 – Neuri Pasqualetto (0105/2018; 2019)

104 – Patrícia Kazuko Nishiyama (0079/2017; 2018)

105 – Paula Cristina dos Santos Ferreira Castella Correia (0099/2018; 2019)

106 – Pilar Esteban Quilez (0031/2017; 2018)

107 – Raquel da Silva Goularte (0109/2018; 2019)

108 – Raquel Furgang Carrillo (0036/2017; 2018)

109 – Raquel Gestal Zas (0088/2018; 2019)

110 – Renata Lameira Barros Mendes Salles (0019/2017; 2018; 2019)

111 – Ricardo Dal Pozzo (0026/2017; 2018)

112 – Rita Burzacca (0042/2017; 2018)

113 – Rita de Cássia Lima De’ Carli (0002/2017; 2018; 2019)

114 – Roberta Virote da Silva (0029/2018)

115 – Rosana Maria Silva Ramos (0133/2019)

116 – Rumi Riga Kodama (0081/2018)

117 – Sandra Aparecida Borges Sampaio (0078/2017; 2018)

118 – Sandra Coca Martín (0038/2017; 2018)

119 – Sara Virginia Silva de Lima (0027/2017; 2018)

120 – Sérgio Ricardo Vidinha (0128/2018; 2019)

121 – Silvia Guissone Fagundes (0024/2017; 2018)

122 – Silvia Ribelles Cantero (0032/2017; 2018)

123 – Sonia Maria Gubiani (0020/2017; 2018)

124 – Susana dos Santos Monni (0051/2017; 2018)

125 – Tania Cristina Zampiroli de Avelar (0077/2017; 2018)

126 – Tatiana da Silva Scoleso (0082/2017; 2018)

127 – Tatiane Aimi Barsé Lagunaz (0110/2018; 2019)

128 – Tiago Luiz Alvarez Holanda (0121/2018; 2019)

129 – Vanessa Spadim Cirillo Morales Alves (0064/2017; 2018)

130 – Vanessa Veronese (0023/2017; 2018)

131 – Viviane Rössler (0022/2017; 2018)

132 – Wendy Ramos Alves (0028/2017; 2018)